PortuguêsEnglishEspañol

Notícias

Ozônio na preservação de alimentos

Alimentos

O ozônio é um poderoso agente antimicrobiano que tem inúmeras aplicações potenciais na indústria de alimentos devido às suas vantagens significativas sobre os tradicionais agentes antimicrobianos, como o cloro, sorbato de potássio, etc.  A aplicação de ozônio ou água ozonizada  nos produtos alimentares é útil para combater proliferação de  bactérias, fungos, vírus, protozoários e esporos de fungos e bactérias.

Como desinfetante, o ozônio é mais eficaz que o cloro e é ativo em um espectro mais amplo de microorganismos do que o cloro e outros desinfetantes. É geralmente mais rápido que o cloro,  reage com  materiais orgânicos e produz menos produtos de decomposição. O excesso de ozônio  se decompõe novamente em  oxigênio, portanto, não deixa resíduos nos alimentos. Tais vantagens fazem do ozônio uma tecnologia de processamento atraente para a indústria de alimentos.

Nos EUA, o ozônio recebeu o título de GRAS – Generally Recognized As Safety (Reconhecido como seguro) pelo FDA  em 1997, para uso em processamento de alimentos, quando utilizado de acordo com as normas de  Boas Práticas de Fabricação. Em junho de 2001, o FDA aprovou o ozônio como um aditivo  antimicrobiano em  alimento direto.

 Aplicações atuais  de ozônio na indústria de alimentos incluem frutas, vegetais e cereais, no processamento e armazenamento,  processamento de carnes, aves, pescado e  produção de gelo ozonizado para conservação (o uso em pescados está detalhado em outra matéria).

Duas chaves são importantes para o sucesso com o ozônio:

(1) assegurar que o ozônio entre em contato com os microorganismos;

(2) aplicar  ozônio suficiente para produzir os benefícios desejados, sem a aplicação de ozônio excessivo, que pode danificar o produto alimentício que está sendo tratado.

Para que estes requisitos ocorram, é necessário contar com um profissional experiente e dimensionar um sistema adequado para cada aplicação.

No Japão, onde cientistas de alimentos têm estudado as aplicações do ozônio nas indústrias de alimentos por mais de 25 anos, o ozônio está em uso comercial em plantas de processamento de alimentos, em veículos de transporte de alimentos, nos centros de distribuição de alimentos, em mercados de alimentos, e até mesmo em residências para armazenar alimentos (refrigeradores) e dispositivos para a lavar alimentos frescos.

Fonte: IOA – International Ozone Association

Deixe um comentário: