PortuguêsEnglishEspañol

Notícias

Ozônio: Bom e Mau? Poluente?

Diversos

Como assim, bom e mau? Esta é uma pergunta que muita gente faz, prinicipalmente quando uma notícia é divulgada no jornal alertando que os níveis de ozônio estão aumentados devido à poluição. Muitas pessoas questionam se este “ozônio”  que tanto falamos, produzido pelos geradores,  é este mesmo ozônio considerado “mau”.

O ozônio, assim como outras moléculas, pode ser considerado uma molécula “boa” ou “má”. Encontrei um exemplo bem ilustrativo em um site e achei muito interessante para exemplificar o que acontece na prática:

Num mercado de peixe aberto, como no exemplo foto acima, o ozônio influencia estas pessoas de três maneiras.

1 – Bom ozônio: 20 quilômetros acima deles ajuda a proteger os olhos e a pele das radiações UV (camada de ozônio).

2- Mau Ozônio: ao nível do solo, dependendo da concentração, prejudica os pulmões.

3- Ozônio Bom e útil:

  •  O ozônio, utilizado em empresas próximas,  mata fungos e bactérias, tira o mau cheiro.
  •  No mercado do peixe, é útil para limpeza e conservação dos peixes.
  • Quando utilizados pela estação de tratamento de água cidade, mata os microrganismos presentes na água e ajuda no processo de purificação, oxidando moléculas de ferro, etc.

Tudo isso sem mencionar o ozônio de uso médico.

Onde encontramos este ozônio “mau”?

 É o ozônio encontrado na troposfera, produzido pelo homem, como o resultado da poluição do ar de motores de combustão interna e usinas geradoras de energia. O escapamento dos automóveis e as emissões industriais liberam uma gama de gases de óxido nitroso (NOx) e compostos orgânicos voláteis (VOC), subprodutos da queima de gasolina e carvão. O NOx e o VOC´s combinam-se quimicamente com o oxigênio para formar ozônio durante dias ensolarados de altas temperaturas no final da primavera, verão e começo do outono.

Produção de ozônio a partir de poluentes NOx: os átomos de oxigênio liberados do dióxido de nitrogênio, pela ação da luz solar, atacam as moléculas de oxigênio e formam ozônio. O óxido de nitrogênio pode combinar-se novamente com ozônio para formar dióxido de nitrogênio, e o ciclo se repete.

FotoNIEHS/NIH

Esta é a equação geral que identifica os principais contribuintes para produção de ozônio na superfície: motores de automóveis produzem óxidos de nitrogênio (NOx), abastecimento de gasolina queimados, muito dos compostos orgânicos voláteis (COV’s). Estes combinados com a energia do sol (raiso UV)  produzem níveis insalubres de ozônio. Esta fonte de poluição por ozônio recebe muita cobertura da mídia.

Este ozônio é ou não uma molécula controversa??

Fontes: chemistrland.com, EPA

Deixe um comentário: