PortuguêsEnglishEspañol

Notícias

Estudo revela que nadar em piscinas cloradas pode levar ao câncer

Sem categoria

Investigadores espanhóis publicaram um estudo que demonstra que nadar em piscinas cloradas pode causar um risco aumentado de nos banhistas.

Pesquisadores do Centro em Epidemiologia Ambiental (CREAL), com sede em Barcelona e do Instituto de Pesquisa do Hospital do Mar estudaram mudanças nos indicadores de mutagenicidade – mutação permanente do DNA – entre um grupo de nadadores de uma piscina clorada.

“As evidências de efeitos genotóxicos foram observadas em 49 adultos saudáveis depois de nadar por 40 minutos em uma piscina clorada coberta,” revelaram os autores.

Os investigadores encontraram indicadores de um aumento no risco de câncer em indivíduos saudáveis, bem como potenciais efeitos respiratórios do cloro usado como desinfetante. O estudo foi publicado na revista Environmental Health Perspectives (EUA).

O co-diretor do CREAL, Manolis Kogevinas, disse que as descobertas não devem tirar as pessoas da natação. “Os impactos positivos para a saúde da natação podem ser aumentados pela redução dos níveis dessas substâncias químicas”, disse ele.

“Em nenhum caso deve-se parar de nadar, mas incentivar a redução de produtos químicos em piscinas”, disse Kogevinas.

Mais uma vez o ozônio apresenta-se como uma alternativa para desinfecçao de águas. No caso das piscinas, o uso de cloro torna-se reduzido, e os efeitos do cloro são mínimos, já que o ozônio oxida as cloraminas, residual deixado pelo cloro nas piscinas.

Fonte: Link ao artigo aqui

Deixe um comentário: